Buscar
  • Karina Suzuki - PSI

Lucidez e o trabalho do psicólogo em tempos de pandemia


Lucidez. Este é um dos convites à reflexão que aceitei e tenho exercitado ainda mais em meus tempos de isolamento social. Creio que outros, assim como eu, devem estar requisitando muito essa virtude para manter-se sãos. Lucidez trata de conseguirmos pensar e agir com clareza, com consciência.

O momento atual parece estar testando constantemente nossa capacidade de nos mantermos lúcidos para as escolhas. Todo dia. Não sei vocês, mas estou seguindo à risca as recomendações de mantermo-nos em casa e tive de readequar diversas coisas no meu cotidiano para continuar a vida. E tudo isso toma energia, nos desafia...

Parte do trabalho do psicólogo clínico ou psicoterapeuta consiste em ajudar seu cliente/paciente a pensar de forma mais clara e tomar “boas” decisões na sua vida. E nesses tempos de pandemia, talvez o compromisso do bom profissional da saúde mental tenha se intensificado ainda mais perante ao tema. Conflitos conjugais e familiares, medo da morte, solidão, lutos, impotência, perda de controle, incerteza profissional e dificuldade financeira são alguns dos temas permeando todos os lares, em maior ou menor grau. São muitos os pratos que todo mundo está tendo que equilibrar ao mesmo tempo. Não está fácil para ninguém.

Nem mesmo para os psicólogos que estão precisando redobrar ou triplicar suas medidas de autocuidado para estarem plenos e presentes para as necessidades de quem os procura. Além disso, muitos profissionais, alguns com décadas de experiência, precisaram se adaptar à tecnologia, da noite para o dia, como um mediador de seu trabalho. Falo da psicoterapia online, que só vem crescendo diante das possibilidades e necessidades atuais da sociedade. Na psicoterapia online ou presencial, o compromisso e seriedade do trabalho é o mesmo. Profissional sério que se preze (minha opinião), não atende com menos qualidade porque pode contar com a facilidade de atender de lugares mais diversos. Cliente é cliente, demanda é demanda, seja de onde e por que meio de contato for.

Enfim, para quem ainda tem pouco contato com o mundo da psicoterapia e psicologia, o trabalho do psicólogo é artesanal e sob medida para cada cliente que o procura, afinal, ninguém é igual a ninguém. Penso que não é um trabalho fácil, nem simples, nem rápido. O trabalho do psicoterapeuta começa anos antes de começar sua atuação: começa com ele lidando com suas próprias questões pendentes na vida em sua psicoterapia. Depois da uma formação inicial e substancialmente estar tratando de suas questões de vida com um profissional, precisa estudar muito: graduação, cursos, palestras, leituras, supervisão e assim vai, o aprendizado nessa profissão é “eterno”. Além disso, cada cliente desafia o psicoterapeuta a ser melhor, nos ensina também.

Se você está lidando com um nível de sofrimento mental e emocional a ponto de prejudicar suas atividades diárias, a qualidade dos seus relacionamentos, sua saúde física ou mental, te paralisando, te aterrorizando e não vê saídas para sair dessa situação, talvez seja a hora de exercitar a lucidez e refletir se não precisa buscar ajuda, de sua rede de apoio (familiares, amigos etc) ou então de um profissional da saúde mental.


Gostou desse texto? Te ajudou de alguma forma? Se quiser comentar ou me enviar um feedback, será bem-vindo.


Um abraço. Karina Ayumi Suzuki kasuzukipsicologa@gmail.com Psicóloga {CRP 06/160613}

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo